Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 2364
Italy 5486
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2650
France 9360
Spain 1063
Ireland 262
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Retomada a vacinação com a vacina da AstraZeneca

Portugal retomou a vacinação contra a COVID-19 com a vacina da AstraZeneca. 

As autoridades de saúde portuguesas decidiram na semana anterior retomar a administração da vacina da AstraZeneca, depois de a Agência Europeia do Medicamento (EMA) ter anunciado que esta vacina “é segura e eficaz” e que não está associada aos casos de formação de coágulos sanguíneos que levaram à suspensão da sua utilização em vários países europeus. 

Em conferência de imprensa, a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, explicou que a suspensão temporária da vacina, ao abrigo do princípio da precaução, foi uma decisão de saúde pública. 

A pausa que se verificou na utilização da vacina da AstraZeneca, adiantou, é “facilmente recuperável e não vai impactar significativamente no esforço de vacinação”. 

“O plano de vacinação sofreu uma pausa no que concerne à vacina da AstraZeneca e vai ser posto em marcha outra vez a partir de segunda-feira. Vamos retomar o plano, acelerando-o”, afirmou o coordenador da ‘task force’ para a vacinação contra a COVID-19, vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, numa conferência de imprensa em que esteve também presente o presidente do Infarmed, Rui Ivo. 

Fonte: DGS (Noticia original

22 de March de 2021 às 10:46