Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 2364
Italy 5486
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2650
France 9360
Spain 1063
Ireland 262
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Conferência sobre Saúde Global: é já na próxima semana

A Conferência sobre Saúde Global terá lugar já na próxima quinta-feira, dia 25 de março, a partir das 08:30, em formato online. A iniciativa é subordinada ao Reforço do papel da União Europeia na Saúde Global, nas dimensões da Diplomacia de Saúde Global, com especial articulação com a Agenda UE-África, da Liderança no desígnio da Cobertura Universal de Saúde e do impacto das alterações climáticas na saúde, com especial destaque para a questão das doenças transmitidas por vetores e os desafios da resistência antimicrobiana.

Organizada pela Direção-Geral da Saúde e pelo Ministério da Saúde, no âmbito da Presidência Portuguesa União Europeia (PPUE), a Conferência, que reúne mais de 30 oradores, conta com a participação de Governantes, decisores políticos, representantes de instituições europeias e nacionais e peritos nacionais e internacionais de diversas áreas. Pretende trazer uma visão plural e transdisciplinar sobre a Saúde Global, uma área de importância crescente no contexto internacional e debater prioridades para a Estratégia Europeia de Saúde Global 2030.

O evento contará com a presença da Ministra da Saúde, Marta Temido, do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, da Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, do Subdiretor-Geral da Saúde, Rui Portugal, entre outros. Na cerimónia de abertura serão exibidas mensagens do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, da Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e do Diretor-Geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Os desafios da saúde global transcendem não só as fronteiras, mas também as divisões Norte-Sul, Este-Oeste e público-privado, expondo as limitações das abordagens segmentadas, sendo necessárias estratégias mais holísticas, inclusivas, abrangentes e coordenadas para enfrentar estes desafios verdadeiramente globais. A diplomacia de saúde global assume importância crescente num sistema multilateral que procura contribuir para um bom funcionamento da ordem global. Exige o reconhecimento de que tanto a ciência como a política são essenciais para informar as negociações.

Os interessados em assistir à Conferência deverão efetuar a sua inscrição gratuita aqui. Para consultar o programa da “Global Health Conference: Strengthening the role of EU on Global Health”, clique aqui.

Fonte: INSA

20 de March de 2021 às 12:28