Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 2304
Italy 5462
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2638
France 9044
Spain 1063
Ireland 262
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Covid-19 | Momento crítico na pandemia

Covid-19 | Momento crítico na pandemia

A Ministra da Saúde, Marta Temido, alertou para a gravidade da situação em que Portugal se encontra perante uma “tendência de crescimento de casos” de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e acrescentou ainda que “os próximos dias vão ser naturalmente muito duros” no país. De acordo com a governante, Portugal enfrenta uma nova “fase de imensa pressão” no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e que os próximos dias vão ser “muito duros”, devido ao crescimento de casos de Covid-19, lembrando que nesta altura “precisamos da ajuda de todos”. Marta Temido salientou que os hospitais têm vivido, desde o início da pandemia, “momentos de grande pressão”, assinalando que todos os portugueses “têm de perceber que evitar a transmissão é uma forma de ajudar o SNS a responder, não só à Covid, mas a outro tipo de doenças”. A Ministra da Saúde garantiu que a tutela “tem trabalhado em rede e diariamente” com todos os hospitais, administrações e serviços de saúde e todos têm procurado fazer “uma gestão de camas e de fluxos”. “Do lado do Ministério da Saúde, o nosso esforço continua no sentido da articulação, transferência de doentes, abertura de vias de comunicação e contratação externa, nomeadamente convenções com o privado”, concluiu.

Fonte:SNS

8 de January de 2021 às 12:43