Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 2304
Italy 5462
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2638
France 9044
Spain 1063
Ireland 262
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Aviso sobre condições meteorológicas adversas

Aviso sobre condições meteorológicas adversas

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) emitiu um alerta, de acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), com uma previsão de 05 a 07 de janeiro de tempo frio e vento, salientando-se:

  • Descida da temperatura mínima em todo o território do Continente, hoje (05JAN) e amanhã (06JAN), com valores entre - 4ºC e 8ºC e temperatura máxima que varia entre 5ºC e 17ºC;
  • Vento de quadrante Leste (6 de janeiro), soprando mais intenso nas terras altas (até 45 km/h), a partir da madrugada;
  • Possibilidade de formação de neblina ou nevoeiro;
  • Possibilidade de chuva com congelação;
  • Formação de gelo e geada;
  • Possibilidade de neve nas terras altas (700/900 m), principalmente a sul do território, mais provável em S. Mamede. (06 e 07 de janeiro);
  • Desconforto térmico elevado, devido à descida da temperatura mínima e aumento da intensidade do vento.

Podem obter mais informação sobre este Aviso da ANEPC

O site do SNS tem algumas recomendações de como enfrentar esta meteorologia adversa: 

Quais os principais problemas de saúde relacionados com o inverno?

gripe é um dos principais problemas de saúde que ocorre no inverno. É uma doença aguda viral que afeta principalmente as vias respiratórias. A gripe ocorre, geralmente, entre novembro e março, pelo que é designada por sazonal (relacionada com a estação do ano). Para combater a maior atividade gripal, recomenda-se a vacinação contra a gripe nas pessoas que têm maior risco de sofrer complicações da gripe.

Os problemas respiratórios são muito frequentes?

Os problemas respiratórios são outros dos problemas frequentes relacionados com o frio. As pessoas que sofrem de problemas respiratórios diagnosticados (por exemplo, asma e DPOC) devem ter especial atenção a esta época de maior atividade gripal, pois enquadram-se no grupo de pessoas vulneráveis.

Tenho outros problemas de saúde, podem agravar-se?

Sim, pode ainda existir agravamento de problemas já existentes, por exemplo de problemas circulatórios. Nestes casos, o frio pode trazer uma maior carga de stresse ao coração, pois aliado à contração dos vasos sanguíneos (vasoconstrição) pode aumentar a pressão arterial provocando enfartes.

Que principais cuidados devemos ter no inverno?

De uma maneira geral deve ter em atenção a três aspetos diferentes: à nutrição, à desidratação e ao conforto térmico. Ou seja, deve:

  • preferir alimentos ricos em nutrientes para ajudar o sistema imunitário no combate a infeções e doenças características desta época
  • é fundamental manter uma boa hidratação para que o organismo possa repor as perdas e evitar doenças típicas da estação, como por exemplo as doenças associadas às vias respiratórias
  • o vestuário deve ajustar-se à temperatura exterior, com especial atenção às extremidades – mãos, pés e cabeça

Como ajustar o meu comportamento à temperatura que se faz sentir?

Conforme a temperatura exterior que se faz sentir, deve ter alguns cuidados e tomar medidas preventivas:

  • <0ºC – evite sair à rua e expor-se ao frio extremo
  • 0ºC/5ºC – tenha cuidado com a formação de gelo, já que pode provocar quedas
  • 5ºC/10ºC – prefira sopas e bebidas quentes e use luvas, cachecol, gorro para proteger as extremidades
  • 10ºC/15ºC – agasalhe-se e hidrate-se

Que medidas tomar para prevenir eventuais problemas?

Para prevenir eventuais problemas:

  • tenha cuidado com as mudanças bruscas de temperatura
  • vista-se como uma cebola, por camadas
  • proteja as extremidades do frio – mãos, pés e cabeça
  • dentro de casa, mantenha-se agasalhado
  • escolha calçado confortável e antiderrapante para prevenir quedas e trambolhões
  • facilite a circulação de ar e abra as janelas periodicamente para melhorar a qualidade do ar
  • assegure um bom funcionamento do aquecimento da casa
  • mantenha a temperatura da casa entre os 19ºC – 22ºC
  • evite permanecer muito perto das fontes de calor
  • esteja atento aos avisos de frio
  • mantenha-se ativo realizando atividades físicas controladas
  • coma fruta e legumes todos os dias
  • mesmo que não tenha sede, ingira líquidos ao longo do dia
  • faça várias refeições ao longo do dia
  • evite bebidas alcoólicas
  • caso tenha de tomar medicação, cumpra as indicações recomendadas

Adoeci, e agora?

  • Ligue para o SNS 24 – 808242424 – e aconselhe-se conforme os seus sintomas
  • Só em caso de emergência ligue o 112
  • Evite entrar e permanecer em locais fechados e com grande concentração de pessoas, onde se transmitem os vírus, em particular, a gripe
  • Evite o contato próximo com outras pessoas
  • Siga a etiqueta respiratória:
  • lave as mãos com frequência ou use toalhetes
  • quando tossir ou espirrar proteja a boca com um lenço de papel ou com o cotovelo. Não utilize as mãos
  • use lenções de papel e deite-os no lixo

Consulte o ebook Saúde no Inverno

Fonte: SNS (Noticia original) e ANEPC (Noticia original)

6 de January de 2021 às 13:47