Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1788
Italy 5119
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2455
France 8620
Spain 0
Ireland 262
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

União Europeia e OCDE destacam eficácia do SNS

União Europeia e OCDE destacam eficácia do SNS

O relatório sobre a Situação da Saúde na União Europeia 2019, elaborado pela OCDE e pelo Observatório Europeu de Políticas e Sistemas de Saúde, em cooperação com a Comissão Europeia, sublinha a eficiência do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Portugal apresenta uma taxa de mortalidade (140 por cada 100 mil habitantes) por causas evitáveis e tratáveis, como o cancro do pulmão, doenças relacionadas com o álcool e acidentes vasculares cerebrais, mais baixa do que a média da UE.

Os bons resultados alcançados por Portugal refletem a cobertura universal do SNS toda a população, bem como o investimento efetuado ao longo dos últimos anos em medidas de promoção da saúde e de prevenção da doença. O mesmo relatório, que traça o perfil de saúde de 30 países (28 da União Europeia, Islândia e Noruega) destaca ainda indicadores como a Esperança Média de Vida que atinge, em 2017, os 81,6 anos, acima da média europeia.

Também no que respeita à vacinação, Portugal apresenta taxas de imunização em crianças contra a difteria, o tétano, a tosse convulsa e sarampo bastante acima da média europeia. Os portugueses detêm, ainda, um índice de conhecimento sobre vacinação acima da média dos seus pares europeus. Estes resultados positivos estão associados à facilidade no acesso: as vacinas incluídas no Programa Nacional são gratuitas para todos os utentes do SNS e a vacina da gripe é gratuita para as pessoas com mais de 65 anos de idade e outros grupos de risco.


Rastreios e tratamentos oncológicos

Em Portugal, as taxas de rastreio encontram-se acima da média da UE para o cancro da mama (84 % contra 61 %) e para o cancro do colo do útero (71 % contra 66 %), tendo as taxas de participação aumentado substancialmente em ambos os programas desde 2004. O relatório destaca, de igual modo, a evolução observada no que se refere ao diagnóstico e tratamento do cancro, registando-se melhorias nas técnicas cirúrgicas, na radioterapia e na quimioterapia combinada, que são agora mais acessíveis.

As taxas de sobrevivência ao fim de cinco anos para alguns cancros tratáveis melhoraram em Portugal em 2000-2004 e 2010-2014 e, em geral, estão um pouco acima da média da UE, sobretudo no que toca aos cancros da mama e da próstata.

Portugal é referido como exemplo no corte na despesa com medicamentos através da promoção dos genéricos. Entre 2016 e 2017, os medicamentos genéricos representavam quase metade de todas as vendas de produtos farmacêuticos (por volume), em consonância com os valores em Espanha e apenas ligeiramente abaixo da média da UE.

Para saber mais, consulte:

Fonte: SNS(Noticia original

25 de February de 2020 às 00:10