Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1576
Italy 4830
Great Britain 5025
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1349
France 6212
Spain 1026
Ireland 354
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Gestos que Salvam! – O que fazer em caso de queimaduras

Gestos que Salvam! – O que fazer em caso de queimaduras

As queimaduras são lesões que resultam do contato com o calor ou frio extremo, substâncias químicas, eletricidade ou radiações. Os acidentes por queimaduras são muito frequentes e na sua maioria consistem em pequenas lesões que não originam grandes complicações.

No entanto, algumas queimaduras são potencialmente incapacitantes ou fatais, exigindo um tratamento correto e o mais precoce possível.
Algumas queimaduras, em certos locais do corpo humano, podem não só afetar a funcionalidade normal do corpo, como serem fatais. O socorro a estas vítimas resume-se essencialmente ao arrefecimento da queimadura e à prevenção das infeções. As queimaduras estão dividias em três níveis de gravidade.

Queimadura 1º grau (Menos grave):

  • Vermelhidão
  • Calor
  • Dor

Queimadura 2º grau (Gravidade moderada):

  • Dor intensa
  • Bolhas

Queimadura 3º grau (Mais grave):

  • Pele acastanhada, negra ou branca
  • Destruição de tecidos
  • Sem dor

Como atuar?

  • Avalie a situação e garanta as suas condições de segurança;
  • Afaste o agente que provoca a queimadura ou em alternativa a vítima do agente;
  • Lave e arrefeça abundantemente a zona da queimadura com água tépida (se não estiver na presença de um químico que reaja na presença da água) até alívio substancial da dor;
  • Cubra as áreas queimadas com compressas humedecidas com soro fisiológico ou água;
  • Controle a temperatura corporal, a hipotermia pode acontecer depois do arrefecimento;
  • Não remova as roupas se estas estiverem coladas ao corpo da vítima;
  • Não utilize gelo, pasta de dentes, manteiga, azeite, ou outro tipo de produtos para arrefecer ou hidratar a queimadura pois os mesmos poderão agravar as lesões;
  • Caso a queimadura seja ligeira, procure aconselhamento médico.

Fonte: INEM (Fonte)

14 de January de 2019 às 09:36