Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1586
Italy 4840
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1351
France 0
Spain 1029
Ireland 354
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Previsão polínica | De 12 a 18 abril

Previsão polínica | De 12 a 18 abril

As concentrações de pólenes vão estar muito elevadas em várias zonas de Portugal Continental e baixas na Madeira e nos Açores, estima o boletim polínico ontem divulgado para a semana de 12 a 18 de abril.

De acordo com as previsões da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, os pólenes estarão em níveis muito elevados na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, em Coimbra, em Castelo Branco, em Lisboa, Évora e Portimão.

Nestas zonas predominam os pólenes de árvores como plátano, carvalho, cipreste, oliveira, pinheiro e azinheira e de ervas como urtiga, azeda e gramíneas.

No Funchal e em Ponta Delgada, as concentrações de pólenes estarão baixas na mesma semana.

  • Recomendações gerais da SPAIC
  • Consulte o Boletim Polínico, para saber as concentrações dos pólenes no ar ambiente (baixas/moderadas/elevadas).
  • Programe as suas férias, elegendo locais de baixas contagens polínicas (ex. neve, praia).
  • Evite realizar atividades ao ar livre quando as concentrações polínicas forem elevadas. Passeios no jardim, cortar a relva, campismo e a prática de desporto na rua irão aumentar a exposição aos pólenes e o risco para as alergias.
  • Mantenha as janelas fechadas sempre que viajar de carro. Assim poderá passear, reduzindo significativamente o contacto com os pólenes. Os motociclistas deverão usar capacete integral. Em casa deverá manter as janelas fechadas quando as concentrações dos pólenes forem elevadas.
  • Use óculos escuros, uma forma eficaz e prática de evitar queixas oculares, sempre que sair à rua.
  • Faça a medicação prescrita, pois esta será a forma mais eficaz de combater os sintomas de alergia. Consulte um médico especialista de imunoalergologia para o diagnóstico correto e a prescrição do medicamento mais adequado. A prevenção poderá passar pela realização de vacinas antialérgicas.

O Boletim Polínico informa semanalmente sobre os níveis de pólenes existentes no ar, através da leitura de vários postos que fazem uma recolha contínua destas substâncias, em várias regiões do país.

Para saber mais, consulte:

Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica – http://www.spaic.pt/

Fonte: Portal SNS (Noticia original

13 de April de 2019 às 09:43