Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1579
Italy 4836
Great Britain 5073
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1350
France 6220
Spain 1027
Ireland 354
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Dia Internacional do Preservativo

Dia Internacional do Preservativo

O Dia Internacional do Preservativo celebra-se desde 2008, por iniciativa da AIDS Health Care Foundation, no dia 13 de fevereiro, com o objetivo de lembrar a importância do preservativo enquanto medida de prevenção de infeções sexualmente transmissíveis e gravidezes não desejadas.

Neste contexto, a Direção-Geral da Saúde (DGS) em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e o GAT – Grupo de Ativistas em Tratamentos colocou uma tenda, na Alameda, em Lisboa, com uma equipa de voluntários (GAT) que em conjunto com um elemento da DGS - Programa Nacional para a Infeção VIH e Sida distribuiu material preventivo, gratuito, e esclareceu dúvidas sobre a temática.

Em articulação com as 10 cidades signatárias da Declaração de Paris que se comprometeram a, até 2020, acelerar a sua resposta local à infeção por VIH e por vírus da hepatite, a Direção-Geral da Saúde difundiu uma campanha publicitária de incentivo ao uso consistente do preservativo, através da divulgação em redes sociais, rádios e distribuição gratuita de preservativos à população.

Em 2017, foram diagnosticados 1068 novos casos de infeção por VIH em Portugal, maioritariamente (99,6%) em indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos. Em 98,1% dos casos a transmissão ocorreu por via sexual. Os dados nacionais do estudo "A saúde dos adolescentes portugueses após a recessão", no âmbito do Health Behaviour In-School age Children apontam para 28% de adolescentes que referem não ter utilizado o preservativo na última relação sexual e 6,1% não se lembram de ter usado.

Entre 2014 e 2018, o programa de distribuição gratuita de materiais preventivos e informativos permitiu a distribuição, anual, de cerca de cinco milhões de preservativos masculinos e femininos nos centros de saúde, hospitais, organizações não-governamentais, estabelecimentos de ensino secundário e universitário, estabelecimentos prisionais, etc. Numa altura em que estão disponíveis novas estratégias de prevenção, como a Profilaxia préExposição (PrEP) e Profilaxia Pós-Exposição, importa relembrar que o preservativo continua a ser um meio de fácil acesso e altamente eficaz na prevenção de infeções sexualmente transmissíveis e de gravidezes não desejadas.

Fonte: DGS (Fonte

14 de February de 2019 às 18:40