Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.eu/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1747
Italy 4291
Great Britain 4149
Sweden 0
Germany 182
Austria 497
Switzerland 671
France 6236
Spain 996
Ireland 295
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Dia Mundial da Saúde

Dia Mundial da Saúde

Para assinalar o Dia Mundial da Saúde, comemorado a 7 de abril, o Ministério da Saúde promoveu diversas iniciativas, entre as quais uma sessão comemorativa, no Teatro Thalia, em Lisboa. As celebrações decorreram no âmbito do tema escolhido para sinalizar este dia em 2017: “Depressão. Vamos falar!” (Depression: Let’s talk).

A música e a história de vida do cantor Jorge Palma, marcada pelo alcoolismo e um estado depressivo que pôs em causa a sua arte, destacaram-se na sessão comemorativa, que homenageou ainda várias personalidades do setor.

O cantor foi um dos participantes da mesa-redonda “Saúde Mental na 1.ª pessoa”, tendo dado o seu testemunho sobre o estado a que chegou, nomeadamente devido ao alcoolismo que sofreu durante 50 anos.

Num debate moderado pelo psiquiatra e investigador português Tiago Reis Marques, os presentes reconheceram a importância de pedir ajuda.

A cerimónia prosseguiu com a atribuição do Prémio Nacional de Saúde de 2016 ao cirurgião António Gentil Martins, tendo em conta “a sua notável carreira assistencial, o seu contributo singular para a inovação de técnicas cirúrgicas, a extensão do acesso a modernas intervenções por parte da população pediátrica e o exemplo de cidadania interventiva que lega ao sistema de saúde”.

A cerimónia prosseguiu com a atribuição de Medalhas de Serviços Distintos do Ministério da Saúde.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, agradeceu o testemunho de Jorge Palma e sublinhou a importância de quebrar os muros em torno do estigma que rodeia a saúde mental. “Temos de ser capazes de dar as mãos” no combate à doença, disse.

Adalberto Campos Fernandes aproveitou o Dia Mundial da Saúde para anunciar o novo Prémio de Bioética João Lobo Antunes, destinado a jovens investigadores e com o qual pretende dar continuidade ao trabalho do “professor João”, falecido em outubro do ano passado.

O Dia Mundial da Saúde começou com a inauguração da Unidade de Cuidados Continuados Integrados em Saúde Mental | Residência do Restelo, um evento que contou com a presença do Primeiro-ministro e dos ministros da Saúde e do Trabalho e da Segurança Social.

Esta unidade piloto de prestação de cuidados continuados integrados de saúde mental da Associação para o Estudo e Integração Psicossocial (AEIPS), com uma estrutura residencial, localizada na comunidade, destina-se a pessoas clinicamente estabilizadas com grande incapacidade psicossocial e impossibilitadas de serem tratadas no domicílio.

O programa das comemorações do Ministério da Saúde contempla ainda a inauguração da mostra “800 anos de Saúde em Portugal”, a ter lugar, pelas 14h30, no antigo Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Santo António dos Capuchos.

A mostra, organizada pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, visa assinalar o futuro espaço do Museu da Saúde.

Para saber mais, consulte:

Comemoração do Dia Mundial da Saúde

800 Anos de Saúde em Portugal

OMS > Dia Mundial da Saúde – Em inglês, francês, espanhol, árabe, chinês e russo

Fonte: Ministério da Saúde (Fonte original)

7 de Abril de 2017 às 05:47