Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.eu/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 891
Italy 4714
Great Britain 4071
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1256
France 4981
Spain 0
Ireland 351
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Haverá diferenças nutricionais entre produtos de pastelaria com e sem glúten?

Haverá diferenças nutricionais entre produtos de pastelaria com e sem glúten?

O Instituto Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Alimentação e Nutrição, efetuou um estudo com o objetivo de avaliar diferenças, do ponto de vista nutricional, entre produtos de pastelaria com e sem glúten. Esta avaliação teve por base a determinação analítica dos teores de gordura e de sal, e do perfil de ácidos gordos desses produtos.

Os resultados obtidos indicam que “alguns dos produtos sem glúten analisados apresentam teores de gordura e de sal superiores aos produtos semelhantes com glúten. No entanto, é muito importante avaliar que tipo de gordura se encontra nestes alimentos”, sublinham os autores desta investigação.

Isto porque, apesar das bolachas tipo “Maria” sem glúten apresentarem um teor de gordura superior às com glúten, essa gordura é maioritariamente monoinsaturada cuja ingestão está associada a um efeito protetor no desenvolvimento de doença coronária. Já em relação ao teor de sal nos alimentos analisados, os investigadores consideram muito importante que se continue “a desenvolver iniciativas no sentido de diminuir os seus teores”.

A doença celíaca é uma doença auto-imune, desencadeada pela ingestão de glúten, em indivíduos com predisposição genética. O tratamento desta doença passa, única e exclusivamente, pela prática de uma alimentação isenta de glúten, ao longo de toda a vida do doente celíaco.

“Haverá diferenças nutricionais entre produtos de pastelaria com e sem glúten?” foi publicado na última edição do Boletim Epidemiológico Observações, dedicado em exclusivo à Alimentação e Nutrição, em particular às áreas da Promoção de uma Alimentação saudável e da Segurança alimentar. Para consultar o artigo de Tânia Gonçalves Albuquerque, Mafalda Alexandra Silva, M. Beatriz P.P. Oliveira e Helena S. Costa, clique aqui.

Fonte: INSA (Fonte original)

30 de March de 2017 às 06:43