Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1586
Italy 4840
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1351
France 0
Spain 1029
Ireland 354
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

A epidemia na Europa

A epidemia na Europa

Durante a oitava semana deste ano (20 a 26 de Fevereiro), vinte e sete países europeus forneceram dados clínicos ao European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC), que gere o sistema de vigilância sentinela. Baixa atividade foi relatada por nove países. Média intensidade foi relatada por 13 países. Áustria, Grécia, Portugal e Suécia reportaram alta intensidade. Itália e Espanha têm relatado média intensidade durante sete semanas consecutivas, e nove países têm relatado intensidade média em pelo menos três semanas consecutivas.

Tendências de aumento na actividade clínica foram relatadas por 13 países, com 12 países que forneceram as tendências de aumento para, pelo menos, duas semanas consecutivas. Tendências estáveis foram relatadas por 10 países e tendências decrescentes por quatro países. Bulgária e Itália relataram tendências decrescentes durante três semanas consecutivas, sugerindo que a sua estação da gripe pode ter atingido o pico.

De 1.712 exemplares sentinela testados, 884 (51,6%) foram positivos para o vírus influenza, uma percentagem semelhante às duas semanas anteriores. Desses vírus, 88,9% eram do tipo A e 11,1% eram do tipo B. Este é a maior percentagem de B nesta temporada.

Nenhuma resistência aos antivirais inibidores da neuraminidase (Oseltamivir e Zanamivir) tem sido relatada até agora.

Na revisão formal da OMS dos vírus circulantes nesta temporada, verificou-se que os vírus influenza A (H3) e B se afastaram, ao nível do seu genoma, dos vírus da vacina sazonal 2011-2012. Isso levou a OMS a recomendar vírus inertes diferentes para a vacina sazonal da próxima época (2012-2013).

No Gripenet, com dados em tempo real, notou-se uma alteração na incidência gripal por grupos etários: depois de os idosos terem sido os mais afectados durante os dois picos sucessivos de gripe (meados e final de Fevereiro), são agora os mais novos (até 14 anos) a registaram um aumento de casos de síndroma gripal. Do ponto de vista geográfico, as regiões do Alentejo e Algarve viram chegar a epidemia, enquanto nas restantes regiões ela descia.

Preencha o seu Questionário, MESMO QUE NÃO TENHA SINTOMAS.

O Gripenet tem os seus resultados disponíveis em: http://www.influenzanet.eu/en/results/?page=results&season=2011&casedef=ilit&group=overview&country=pt

Entretanto, os CDC publicaram o seu relatório da caracterização virológica dos vírus da gripe na Europa, desta estação:

http://www.ecdc.europa.eu/en/publications/Publications/1203_TED_CNRL_report_Feb2011.pdf

8 de March de 2012 às 06:26