Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.eu/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 13376
Belgium 4347
Portugal 1750
Italy 3726
Great Britain 5441
Sweden 0
Germany 134
Austria 138
Switzerland 58
France 6471
Spain 943
Ireland 384
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Mapa de sintomas gripais

Distribuição actual dos casos com sintomas de gripe reportados no Gripenet. Nas localidades a azul nenhum participante reportou sintomas de gripe, e o gradiente de vermelho indica proporções crescentes de participantes com sintomas indicativos de gripe (ao clicar visualiza o número de participantes por localidade). Mapa actualizado a cada hora. Para ver a evolução da curva de incidência do síndroma gripal clique aqui.

Voluntários precisam-se!

Gripenet_Recrutamento

Em plena estação gripal, ajude-nos a saber onde pára a epidemia da gripe, em tempo real. Se ainda não é voluntário, registe-se aqui. Basta ter e-mail e residir no continente ou nas Regiões Autónomas. Convide os seus amigos e familiares. Crie o seu grupo doméstico. Alie-se a esta causa de cidadania. Todos juntos vamos vencer mais esta batalha contra a gripe sazonal! (Imagem: Trabalho realizado por Joana Galego, vencedora do concurso de banda desenhada promovido pelo Gripenet no ano-lectivo 2011/12)

Gripenet celebra 10 anos de vida: Obrigada a todos os participantes!

                     Cortesia de  www.collages.net

Desde 2005, mais de 24 000 voluntários participaram no Gripenet, a quem se deve o sucesso deste projecto de Ciência Cidadã. Desenvolvido por investigadores do Instituto Gulbenkian de Ciência, o Gripenet decorre este ano pela primeira vez em colaboração oficial com o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. 
Durante o seu decurso, o Gripenet foi co-fundador da rede europeia Influenzanet, que conta já com dez países participantes. Sistemas semelhantes de monitorização participativa da gripe através da internet foram posteriormente adoptados no México, Estados Unidos, e Austrália, evidenciando a importância destes sistemas para a monitorização da saúde pública ao nível nacional e internacional.


Notícias

A Gripe na Europa

A Gripe na Europa A actividade gripal continua na Europa, particularmente nos países ocidentais e centrais. A proporção total de amostras positivas de gripe e o número total de detecções de vírus influenza diminuiu ligeiramente, o que pode ser indicativo de que vários países terão passado os seus picos de actividade da gripe. Ler mais...


Doentes menos graves devem recorrer aos Centros de Saúde

Doentes menos graves devem recorrer aos Centros de Saúde A DGS refere, em comunicado, que "a actividade gripal é agora moderada", mas adverte que as temperaturas baixam que se têm verificado são, muitas vezes, responsáveis pela descompensação de doenças crónicas, nomeadamente cardiovasculares, respiratórias e diabetes, em particular nas pessoas idosas e isoladas. Ler mais...


Programa “História a História” - A Pandemia da Gripe Pneumónica de 1918-1919

Programa “História a História” - A Pandemia da Gripe Pneumónica de 1918-1919 A pandemia da gripe pneumónica foi a mais grave e mortífera da história da humanidade e entre 1918 e 1919 matou mais gente que os 8 milhões de mortos da I Guerra Mundial. Em Portugal, faltaram médicos, os hospitais ficaram sobrelotados e escolas e edifícios públicos foram fechados para receber doentes. Partindo de um determinado local, o Professor Fernando Rosas leva o espectador para uma viagem pelas histórias que atravessaram aquele espaço. Ler mais...


Curar Gripes à moda antiga

Curar Gripes à moda antiga Chás, muitos chás, repouso debaixo das mantas e esperar que ela passasse. Eram alguns dos truques utilizados no passado para combater a gripe. Não havia comprimidos nem vacinas à mão, mas as maleitas curavam-se com mezinhas e muita paciência. Ler mais...


Actividade gripal a diminuir em Portugal

Actividade gripal a diminuir em Portugal Durante a 6ª semana deste ano, houve uma diminuição nos casos de síndrome gripal entre os participantes do Gripenet, assim como nos casos reportados no último Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe do Instituto Ricardo Jorge (INSA). Observou-se um aumento da proporção de vírus influenza A(H3) que foi já detectado em metade dos casos de gripe testados. Ler mais...


[Notícias anteriores]

Twitter